image
image
image
image
image
image
image
image
image
image
image

Linha do tempo

Na virada para o ano 2000, todas as expectativas da humanidade se voltam para os novos tempos. Surge, então, Natura Ekos, para corresponder a essas expectativas e buscar um novo modelo de criar e produzir dentro da indústria cosmética. Um modelo que tem a consciência de que a natureza é inspiração para os relacionamentos. Que se propõe, desde o princípio, a “(re)descobrir, ressaltar, valorizar, preservar e difundir o patrimônio natural, cultural e social do Brasil, despertando em cada indivíduo a consciência, através de seus produtos, de que homem e natureza são um só”.

Pesquisando as tradições, culturas e ativos da biodiversidade brasileira, Natura Ekos é lançada como um ampla linha de produtos, como sais de banho, emulsões cremosas, sabonetes esfoliantes, shampoos, condicionadores e óleos trifásicos. Os primeiros ativos utilizados são 12: andiroba, castanha-do-brasil, maracujá, buriti, cupuaçu, pitanga, guaraná, lima-da-terra, macela-do-campo, madeira em flor, folha fresca e flor d’água.

E, no contexto do homem como parte integrante do universo e da natureza, adota os slogans “Você está aqui” e “Viva Sua Natureza”, estimulando o uso consciente dos recursos naturais de nosso planeta.

 

2001 – Crescimento da linha e novidades

Em 2001, o leque de opções de produtos de Natura Ekos começa a crescer e são lançados o sabonete, o sabonete esfoliante e o óleo trifásico à base de mate verde, um dos mais importantes ativos da Mata Atlântica brasileira, que empresta aos produtos suas propriedades cosméticas.

 

2002 – Inovação: novas áreas a serem exploradas

No terceiro ano da linha, Natura Ekos inova trazendo para o mercado o Ekos Ambientes, com óleos essenciais brasileiros aromatizadores. Os ativos utilizados nesses produtos são a copaíba e o cumaru.

Outra novidade foi a transição do slogan “Viva sua Natureza” para “Bem estar bem”.

 

2003 – Vegetalização da linha de sabonetes

Sempre em busca de novidade, 2003 é o ano da aposta nos sabonetes da linha Ekos. Todas as bases de sabonetes em barra passam a ser vegetais e um novo ativo entrou para a família: o murumuru. A comunicação da marca também teve enfoque nos sabonetes, apostando na textura dos produtos.

É o primeiro ano da linha temática de Ekos, a chamada Tempos, que trouxe o mix de produtos conforme a safra de seus ativos: tempo de andiroba e de maracujá foram os primeiros.

Com os banhos em destaque, a linha ganha novos itens inspirados na cultura de Belém do Pará, famosa por seus cheiros e banhos cheios de ervas e da sabedoria de mulheres erveiras. Essa foi a inspiração para o primeiro produto da linha Perfumes do Brasil, o Breu Branco.

 

2004 – A verdadeira essência do nosso país

Em 2004, aparece o conceito “A verdadeira essência do nosso país”. Com ele, várias novidades, como o primeiro lançamento virtual (com tempo pré-determinado) de Natura Ekos: a Água de Banho da Felicidade.

Também são lançados o segundo Perfume do Brasil, de priprioca, e mais novidades na linha Tempos, com as safras de pitanga (shampoo, condicionador, frescor, óleo trifásico e mini-sabonetes), castanha-do-brasil (óleo de banho puro vegetal, polpa cremosa, shampoo, condicionador e sabonete líquido) e buriti (sabonete puro vegetal esfoliante, óleo trifásico e polpa desodorante).

 

2005 – Consolidação da marca

O ano de 2005 consolida os conceitos de Natura Ekos, trabalhados entre 2000 e 2004. É, assim, um ano de muito trabalho com foco nos produtos.

Neste ano, a Natura abre sua primeira loja na França, iniciando um processo de internacionalização da marca: “L’autre nature de la beauté” (“a outra natureza da beleza”)!

Os produtos da linha Natura Ekos ganham novos rótulos e todos os sabonetes em barra da linha deixam de ser fabricados com óleo de origem animal e passam a ser produzidos com extrato de origem vegetal (óleo de palma). É a vegetalização 100%.

Entram para a linha mais águas de banho com lançamento virtual (a da Sorte e a de São João); e a linha Tempos teve priprioca (sal de banho, elixir óleo para corpo, polpa banho cremosa para corpo e sabonetes) e a segunda safra de maracujá (com sabonetes em barra e esfoliante), que inspiram os consumidores a se deixar guiar pelos sentidos.

 

2006 – Natura Ekos em expansão

A internacionalização da marca se expande em 2006. Este ano também conta com o lançamento da Revista Natura e a comunicação passa a ser separada por ativos.

Mas as grandes novidades são o lançamento das linhas Natura Ekos Rosto e Momentos, da Essência do Brasil  e o Frescor de Copaíba.

Em Natura Ekos Rosto, os novos produtos são: seiva em creme, espuma cremosa de limpeza máscara purificante e óleo de massagem para o rosto.

Já a linha Momentos vem com ativos de andiroba (sabonete em creme, óleo de massagem e creme para pentear), castanha-do-brasil (seiva em creme para o rosto, espuma cremosa de limpeza para o rosto, seiva esfoliante para o rosto, máscara purificante para o rosto, óleo disciplinante para cabelos, banho de óleo pré-shampoo, sabonete em creme e óleo trifásico) e guaraná.

 

2007 – Saboaria em evidência

Em 2007, a base dos sabonetes em barra de Natura Ekos passa a ser produzida na nova unidade industrial Benevides, em Belém do Pará. Uma nova saboaria que concretiza o sonho da Natura em fazer sabonetes na região Norte do país (onde se localizam boa parte dos agricultores que nos fornece matérias-primas) e promover o desenvolvimento das comunidades locais, preservando espécies e melhorando a qualidade dos sabonetes para o consumidor (sabonetes 100% vegetais e com 5% de glicerina pura, para uma maior maciez, cremosidade e espumação durante o banho).

Além disso, neste ano, todos os óleos trifásicos passam pelo processo de vegetalização, e começam a ser produzidos com óleo de origem vegetal (óleo de palma).

É um ano de grandes novidades em produtos, com o lançamento de Natura Ekos Brumas de Leite: três hidratantes líquidos e de rápida absorção devido à sua fórmula nanotecnológica, disponível nos ativos de castanha-do-brasil, maracujá e andiroba.

Natura Ekos também passa a criar produtos com o ativo cupuaçu: bruma de leite hidratante, shampoo e condicionador para cabelos mistos, sabonete líquido em creme para as mãos, polpa cremosa hidratante para as mãos, polpa cremosa hidratante para o corpo e sabonete líquido em creme para o corpo.

Ainda nos lançamentos, a linha ganha: sabonetes vegetais em barra bifásicos, ou seja, metade cremoso, metade esfoliante, disponíveis nos ativos de buriti e andiroba; o Frescor de Castanha; sabonetes em barra puro vegetal mesclados e a embalagem única com quatro sabonetes diferentes: cupuaçu, pitanga, maracujá e andiroba.

No campo da mídia, a Natura foi uma das marcas protagonistas na grande campanha que comunicou a nova saboaria, a unidade industrial Benevides, em Belém do Pará. Foi realizada, também, campanha de mídia TV e impressa para Natura Ekos Brumas de Leite.

 

2008 – Ano de grandes inovações

Um ano de grande inovação: intensifica-se o processo de desenvolvimento de fórmulas de alguns produtos para hidratação corporal a partir de nanotecnologia, ou seja, fórmulas cujas partículas são muitas vezes menores, quando comparadas com fórmulas atuais. Assim, sua fórmula é mais leve, seu poder de hidratação maior e sua absorção muito mais rápida.

Um novo ativo chega à linha Natura Ekos, o cacau. São lançados: polpa hidratante para pernas e pés, frescor, polpa cremosa hidratante para o corpo, manteiga esfoliante para o corpo, manteiga labial e óleo em barra, produtos que resgatam a tradição em hidratação que esse ativo possui.

Em 2008, também é desenvolvido um novo óleo essencial para a perfumaria fina da marca: o óleo essencial de Estoraque, que deu origem à Água de Banho de Estoraque.

A Natura realiza nesse ano uma campanha institucional reforçando os principais diferenciais e a cadeia sustentável da marca.

 

2009 – Festas populares em destaque

Dando seguimento à vegetalização dos produtos de Natura Ekos, em 2009, é a vez de os sabonetes líquidos passarem a ser produzidos com óleos de origem vegetal. Neste ano, iniciam-se os movimentos de produto inspirados em festas populares brasileiras. Os primeiros itens vêm com as águas de banho: Natura Ekos Festa das Águas e Natura Ekos Água de Banho Cheiro de Moça.

Natura Ekos Festa das Águas veio com duas fragrâncias femininas: Flor do Mar e Encanto das Águas, que resgatam e celebram as manifestações culturais em torno das lendárias protetoras das águas, tais como a festa de Iemanjá na Bahia, a de Navegantes no sul do país, entre outras.

Já a linha Natura Ekos Água de Banho Cheiro de Moça Bonita trouxe uma fragrância feminina inspirada na manifestação cultural das festas juninas.

Ainda nos lançamentos, temos os óleos trifásicos de pitanga e maracujá na versão 100 ml – apenas para a região Nordeste do país -; o desenvolvimento de um novo óleo essencial para a perfumaria fina da marca, o óleo essencial de capim limão, que deu origem à Água de Banho de Capim Limão, além do sabonete em barra puro vegetal e do chá de banho esfoliante e o relançamento de Natura Ekos Água de Banho Estoraque.

Além disso, todos os frescores da linha Ekos são relançados neste ano, com novas embalagens inspiradas na tradição das garrafas dos mercados populares do país.

A linha Tempos ganha novo conceito e passa a ser chamada de Safra. O primeiro ativo da nova linha é o açaí, que traz óleo trifásico, frescor, sabonete vegetal em barra cremoso, sabonete vegetal em barra lixa esfoliante, polpa hidratante para pernas e pés, manteiga esfoliante para o corpo e kit primeira colheita.

Em 2009, a Natura investe de forma contínua, ao longo de todo o ano, no projeto Globo Amazônia e Edições Verdes dos principais veículos impressos do país, como Veja e Época. Também realiza grande campanha de TV, mídia impressa e amostragem, com foco nos óleos trifásicos.

 

2010- Sabonetes Especiais

No ano em que a linha Natura Ekos completa 10 anos, a marca lança os novos sabonetes de murumuru, cupuaçu, maracujá e cacau, com 20% a 50% de óleos da biodiversidade brasileira presente em sua fórmula, extraídos de ativos fornecidos por 8 novas comunidades.

Com essa iniciativa, a empresa passa a beneficiar mais 263 famílias, além das 1.714 que já eram parceiras de Ekos, mantendo um relacionamento ético e justo com as comunidades, valorizando os ativos da biodiversidade e preservando a floresta em pé.

Todas as comunidades fornecedoras de ativo para os novos sabonetes priorizam sistemas de manejo florestal e de baixo impacto ambiental. O cacau utilizado nos sabonetes, por exemplo, vem de plantação orgânica certificada, e o maracujá, do reaproveitamento do resíduo da fabricação de suco.

Os ativos foram escolhidos para refletir as principais características buscadas pelos brasileiros em um sabonete: espumação, consistência, maciez e emoliência. Ainda, por conta das altas concentrações de óleos da biodiversidade brasileira, os sabonetes especiais da linha Ekos formam uma camada protetora na pele, deixando-a macia.

Para chegar a esse resultado, a Natura levou cerca de dois anos entre mapeamento das comunidades, capacitação, articulação de parcerias e desenvolvimento dos produtos, construindo uma rede em que todos ganham: natureza, comunidade, consumidores e consultores.

2011 – Relançamento da marca

Em 2011, Natura Ekos inaugura uma nova fase e continua, assim, a ser uma linha sempre à frente do seu tempo, apresentando novas respostas a uma nova era. Com a inversão do logo, que passa a ser aplicado na vertical, a marca convida os consumidores a mudarem seu olhar sobre o futuro, apresentando-lhes possibilidades de conciliar o cuidado pessoal e o cuidado com o planeta, o prazer e a sustentabilidade.

O relançamento de Ekos traz uma nova linha de cabelos (shampoo de pitanga, maracujá, castanha e cacau) e de corpo (néctar de buriti, maracujá e andiroba e polpas de maracujá, cacau e castanha) inspiradas nas tradições dos ativos e com benefícios cientificamente comprovados. “É a ciência comprovando a tradição dos ativos da biodiversidade brasileira”.

A natureza passa a ser ainda mais reconhecida como um grande reservatório de inovação e a concentração de ativos nas fórmulas aumenta, sendo dosados sob medida para preservar a biodiversidade, gerar mais renda para as comunidades fornecedoras e entregar benefícios aos consumidores.

O grande destaque do ano foi a linha de castanha, que homenageou a comunidade de São Francisco do Iratapuru, no Amapá, e sua tradição de produzir leite de castanha para o consumo local. O produto ícone da linha é o Banho de Leite de Castanha, um óleo com textura de leite, que garante nutrição e força para a pele.

A linha apresenta mudanças também nas embalagens, unindo a ética à estética. São inspiradas nas garrafas dos mercados tradicionais e valorizam o sensorial e as cores dos produtos. Possuem uma tampa twist e um rótulo-bula, que conta histórias da biodiversidade e das comunidades fornecedoras para os consumidores. Além disso, procuram reduzir o impacto ambiental, pois passam a ser feitas de PET 50% reciclado pós-consumo. Ou seja, a cada duas embalagens de Natura Ekos produzidas, uma embalagem de mesma massa já utilizada é retirada do lixo e reciclada. Os cartuchos de papel também passaram a utilizar 40% de papel reciclado pós-consumo, preservando mais árvores em pé. E as embalagens dos refis e dos condicionadores são feitas com Plástico Verde, produzido a partir da cana de açúcar, uma fonte renovável e não poluente.


Veja também

Natura Ekos: você faz parte desta história

Natura Ekos: você faz parte desta história

Conheça o modelo pioneiro de fazer negócios de Natura Ekos, em que todo mundo ganha

Ativos: matérias-primas da biodiversidade brasileira

Ativos: matérias-primas da biodiversidade brasileira

Folhas, frutos, amêndoas, sementes e raízes são os principais ingredientes da linha Natura Ekos. Conheça suas tradições

Conheça nossas comunidades fornecedoras

Conheça nossas comunidades fornecedoras

O modelo de negócios sustentável de Ekos leva em conta o desenvolvimento socioeconômico dos produtores rurais

Entenda o movimento de vegetalização de Natura Ekos

Entenda o movimento de vegetalização de Natura Ekos

Com cada vez mais ingredientes vegetais, produtos oferecem benefícios inspirados na tradição dos ativos