Editorial

Por aqui você encontra iniciativas, movimentos e inovações que assumem um compromisso verdadeiro com a conservação da natureza, a qualidade das relações entre os seres vivos e o respeito aos povos e suas riquezas culturais.

Twitter

Máquina de lavar roupas que funciona a pedalada

maquina-roupa

O trabalho em conjunto da Teto, ONG chilena que promove mutirões em favelas para a construção de casas, com o projeto “Agua Segura Perú”, ajudaram dois estudantes de design de Los Angeles (EUA), Alex Cabunoc e Ji A. You, a criarem a GiraDora, uma máquina de lavar roupas compacta e movida à energia humana.

A ideia para o desenvolvimento do produto surgiu a partir de uma pesquisa de campo realizada na favela de Cerro Verde, na periferia de Lima, no Peru, com 30 mil habitantes. Ali, cada família perde de 3 a 5 horas por dia na lavação de roupas à mão.

Com o objetivo de poupar esse tempo, que poderia ser gasto com trabalho, educação ou lazer, e contando com a ajuda dos moradores locais, que deram sugestões e feedbacks sobre a máquina, o projeto saiu do papel e ganhou forma. A GiraDora se parece com um barril de água e contém uma cesta giratória. Seu mecanismo de funcionamento é simples: basta colocar as roupas sujas no interior, encher com água, acrescentar o sabão, fechar, se sentar sobre o aparelho, que tem um tampa acolchoada, e bombear com o pé o pedal localizado na base. Quanto mais se pedala, maior a velocidade de giro e melhor o resultado final da limpeza. Em seguida, a água é drenada e pode ser reutilizada. As roupas também podem ser centrifugadas do mesmo modo, mas neste caso sem a água e o sabão. O preço estimado da máquina é de 40 dólares.

maquina-roupa-2

Os pesquisadores esperam lançar um programa piloto para a GiraDora no próximo ano, provavelmente na Índia. O projeto ganhou o Prêmio Internacional de Design de Excelência e um investimento de quase US$ 20 mil, da NCIIA E-Team (National Collegiate Inventors and Innovators Alliance), entidade norte-americana que incentiva pesquisas em inovações tecnológicas.

 

Fonte: Discovery Brasil
Fotos: Alex Cabunoc e Ji A You