Murumuru

Murumuru


História

O murumuru é originário da Região Amazônica. Ele cresce espontaneamente nas matas do Pará. É encontrado ao longo dos rios e em áreas inundadas, em formações florestais densas ou semiabertas. Nasce em palmeiras que podem atingir até 10 metros de altura.

O fruto é um coco de coloração avermelhada, quando maduro. Seu caroço encerra uma amêndoa dura que fica envolta por uma polpa amarelada, comestível e levemente adocicada. A amêndoa é bastante oleosa e também comestível.

Outra característica própria e de destaque dessa palmeira é o fato de seus cachos, repletos de cocos, crescerem voltados para cima.

O óleo extraído da semente de murumuru possui propriedades altamente emolientes.


Responsabilidade Socioambiental

O murumuru dos produtos de Natura Ekos provém da região do Médio Juruá (Amazonas) onde estão localizadas a Reserva Extrativista do Médio Juruá (RESEX) e a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Uacari, além das comunidades Cofruta, Jauari, Camtauá, Caepim, Cart e Coomar, situadas no Pará.

Uso Cosmético

Os produtos levam manteiga de murumuru na composição. Aliada a formulações exclusivas, proporciona brilho, hidratação e proteção aos cabelos. Suas texturas cremosas, combinadas a uma fragrância adocicada e envolvente, propiciam um tratamento cosmético de resultados e sensorial únicos.


Veja também

Ativos: matérias-primas da biodiversidade brasileira

Ativos: matérias-primas da biodiversidade brasileira

Folhas, frutos, amêndoas, sementes e raízes são os principais ingredientes da linha Natura Ekos. Conheça suas tradições

Cofruta

Cofruta

Conheça o pioneirismo da cooperativa fornecedora que inovou nos padrões de qualidade para a venda de açaí orgânico.

Antônio Nobre: a tecnologia da floresta é insubstituível

Antônio Nobre: a tecnologia da floresta é insubstituível

As florestas possuem um grau de sofisticação tecnológica que o ser humano jamais será capaz de reproduzir

Amazônia

Amazônia

Com 4,2 milhões de quilômetros quadrados, a Amazônia é o maior bioma brasileiro, representando 49% do território