Estoraque

Estoraque


História

O estoraque, com seus tons verdes e roxos, é uma planta de origem africana cultivada do norte ao sudeste do Brasil, por sua fácil adaptação às regiões ensolaradas e quentes do país.

O nome estoraque denominava, na Antiguidade, plantas africanas das quais se extraíam resinas aromáticas para uso como incenso. Assim, por influência da cultura afro-brasileira, esta erva passou também a ser conhecida como estoraque, principalmente por suas características perfumísticas.

Responsabilidade Socioambiental

Cultivado de maneira orgânica e fornecido para Natura Ekos pela comunidade Rural de Campo Limpo no município de Santo Antônio do Tauá, no Pará, o estoraque desempenha um importante papel socioambiental.

Os agricultores familiares da região habitam a floresta nativa do Pará há três gerações, e criaram alternativas de renda que, através das técnicas agroextrativistas, contribuem para a recuperação, conservação e preservação do meio ambiente, além de serem uma alternativa sustentável de geração de renda para a população local.


Uso Cosmético

Erva que revela um aroma marcante, que não passa desapercebido. Enriquecidas com óleo essencial de estoraque, as Águas de Banho Natura Ekos Estoraque trazem para o banho notas frescas e verdes que contrastam com um leve toque de madeira.


Veja também

Ativos: matérias-primas da biodiversidade brasileira

Ativos: matérias-primas da biodiversidade brasileira

Folhas, frutos, amêndoas, sementes e raízes são os principais ingredientes da linha Natura Ekos. Conheça suas tradições

Antônio Nobre: a tecnologia da floresta é insubstituível

Antônio Nobre: a tecnologia da floresta é insubstituível

As florestas possuem um grau de sofisticação tecnológica que o ser humano jamais será capaz de reproduzir

Campo Limpo

Campo Limpo

Fornecedora de estoraque e priprioca, a comunidade tem 34 associados e se localiza em Santo Antônio do Tauá (PA).

Amazônia

Amazônia

Com 4,2 milhões de quilômetros quadrados, a Amazônia é o maior bioma brasileiro, representando 49% do território